DataGramaZero

v. 9, n.2, 2008

BDOI: 2008-0000170-00004
DOI: empty

Uma quase história da ciência da informação

Nearly an information science history

BARRETO, Aldo de Albuquerque.

Resumo
O presente artigo conta a historia 2 da ciência da informação na visão do autor. Focaliza nas redes de saber e no seu desenvolvimento o fio condutor da narrativa. A rede do saber seria sempre ilimitada, pois a sua estrutura é sempre diferente da estrutura que era um momento antes e a cada vez se pode percorrer o caminho segundo trilhas diferentes. A área de ciência da informação se constrói ao sabor das inovações na tecnologia e é sempre melhor lidar com a sua historiografia que com sua epistemologia. Assim, contar a história de como se atuava no passado é didático e fundamental para o entendimento da evolução das práticas da área e para a formação dos seus profissionais
Palavras-chave: Ciência da Informação; historiografia; redes de saber; fluxos de informação; textos e hipertextos; o limite da tecnologia

Abstract
The paper is concerned with information Science history in the particular view of the author. The knowledge network and its development in time gives the trail to narrate the history. The information field was built in the course of the development of the information and communication technology. To know what has happened in the past is important for the study of the area and students and lectures acting in this Field.
Keywords: Information science; historiography; knowledge networks; information flow; texts and hypertexts; the limits of technology; Information science

Referências

  • Adam, R, Meeting the need of the social scientist, The Phenomena of Interest to Information Science, Journal of the Institute of Information Scientist, v., 9, n. 4, 1975 ARENDT, H, A Vida do Espírito, Ufrj-Relume Dumará, Rio de Janeiro, 1991 ARENDT, H., A Condição Humana, Forense Universitária,Rio de Janeiro,1989. Belkin,N, e Robertson, S.E., Information Science and the phenomenon of information, Jasis, 1976 Classification Research Group - alexia.lis.uiuc.edu/review/summer1995/spiteri.html Derrida, J, Forçã e Significação em A Escritura e a Diferença, Debates nº49, Perspectiva 2 Ed., São Paulo,1995.
  • Gardner, H. – The Mind’s New Science, Bsica Books, Nova Iorque, 1985 Hobsbawm, E, Era dos Extremos – o Breve século XX, Cia. da Letras , São Paulo, 1995.
  • Institute for information Scientists - Disponivel em www.iis.org.uk/ visitado 9/6/2007 Meheler,J., Franck S. (Ed), Cognition on Cognition, MIT Press, London,1995 Proceedings of the International Conference on Scientific Information, dois volumes, Washington, National Academy of Science, 1958 The City University - Disponível em www.city.ac.uk/ visitado em 9/6/2007 The Seven Ages of Information Retrieval, de Michael Lesk Disponível em http://www.lesk.com/mlesk/infret.html visitado em 9/6/2007 Wersig,G, Nevelling U, The Phenomena of Interest to Information Science, Journal of the Institute of Information Scientist,v, 9, n. 4, 1975. (v2.0)
.3.
field ## content
022 ## |a 1517-3801 |l 1517-3801
100 1_ |a BARRETO, Aldo de Albuquerque.
245 10 |a Uma quase história da ciência da informação |6 idioma pt_BR
246 10 Nearly an information science history |6 idioma en
300 10 |a v. 9, n. 2, 2008
520 3# |a O presente artigo conta a historia 2 da ciência da informação na visão do autor. Focaliza nas redes de saber e no seu desenvolvimento o fio condutor da narrativa. A rede do saber seria sempre ilimitada, pois a sua estrutura é sempre diferente da estrutura que era um momento antes e a cada vez se pode percorrer o caminho segundo trilhas diferentes. A área de ciência da informação se constrói ao sabor das inovações na tecnologia e é sempre melhor lidar com a sua historiografia que com sua epistemologia. Assim, contar a história de como se atuava no passado é didático e fundamental para o entendimento da evolução das práticas da área e para a formação dos seus profissionais |6 idioma pt_BR
520 3# |a The paper is concerned with information Science history in the particular view of the author. The knowledge network and its development in time gives the trail to narrate the history. The information field was built in the course of the development of the information and communication technology. To know what has happened in the past is important for the study of the area and students and lectures acting in this Field. |6 idioma en
650 1_ |a historiography |9 en |6 [ link ]
650 1_ |a knowledge networks |9 en |6 [ link ]
650 1_ |a information flow |9 en |6 [ link ]
650 1_ |a texts and hypertexts |9 en |6 [ link ]
650 1_ |a the limits of technology |9 en |6 [ link ]
650 1_ |a Information science |9 en |6 [ link ]
650 1_ |a Ciência da Informação |9 pt_BR |6 [ link ]
650 1_ |a historiografia |9 pt_BR |6 [ link ]
650 1_ |a redes de saber |9 pt_BR |6 [ link ]
650 1_ |a fluxos de informação |9 pt_BR |6 [ link ]
650 1_ |a textos e hipertextos |9 pt_BR |6 [ link ]
650 1_ |a o limite da tecnologia |9 pt_BR |6 [ link ]
773 0# |a Rio de Janeiro |t DataGramaZero |x 1517-3801
856 4# |u https://brapci.inf.br/index.php/main/download/7593/014a850eacbf65243ca9a7528185ed06
856 4# |u http://www.dgz.org.br/abr08/Art_01.htm
RDF