O fim da teoria: o confronto entre a pesquisa orientada por dados e a pesquisa orientada por hipóteses | The end of theory: the confrontation between data-driven research and hypothesis-driven research
[Liinc em Revista; v. 15, n. 1 (2019): Humanidades digitais: olhares do sul | Humanidades digitales: miradas del sur | Digital humanities: views from the south]
Humanidade Digitais: Olhar do Sul | Humanidade Digitales: Mirada Del Sur | Digital Humanities: Views From the South
O fim da teoria: o confronto entre a pesquisa orientada por dados e a pesquisa orientada por hipóteses | The end of theory: the confrontation between data-driven research and hypothesis-driven research

Resumo: RESUMO A ciência contemporânea e seus fundamentos metodológicos têm sido impactados pelo fenômeno do big data, que proclama que na era dos dados medidos em petabytes, de supercomputadores e sofisticados algoritmos, o método científico está obsoleto e que as hipóteses e modelos estão superados. As estratégias do big data científico confia em estratégias de análises computacionais de massivas quantidades de dados para revelar correlações, padrões e regras que vão gerar novos conhecimentos, que vão das ciências exatas até as ciências sociais, humanidade e cultura, delineando um arquétipo de ciência orientada por dados. O presente ensaio coloca em pauta as controvérsias em torno da ciência orientada por dados em contraposição à ciência orientada por hipóteses, e analisa alguns dos desdobramentos desse embate epistemológico. Para tal, tomo como metodologia os escritos de alguns autores mais proximamente envolvidos nessa questão.Palavras-chave: Big Data; Método Cientifico; Ciência Orientada por Dados; Ciência Orientada por Hipóteses.ABSTRACT Contemporary science and its methodological foundations have been impacted by the big data phenomenon that proclaims that in the age of data measured in petabytes, supercomputers and sophisticated algorithms the scientific method is obsolete and that the hypotheses and models are outdated.The strategies of the scientific big data rely on computational analysis strategies of massive amounts of data to reveal correlations, patterns and rules that will generate new knowledge, ranging from the exact sciences to the social sciences, humanity and culture, outlining an archetype of data-driven science. The present essay addresses the debates around data-driven science as opposed to hypothesis-oriented science and analyzes some of the ramifications of this epistemological confrontation. For this, the writings of some authors who are more closely involved in this question are taken as methodology.Keywords: Big Data; Scientific Method; Data-Driven Science; Hypothesis-Driven Science.

Palavras-chave:



Como citar
SAYãO, L. F.; SALES, L. F. O fim da teoria: o confronto entre a pesquisa orientada por dados e a pesquisa orientada por hipóteses | the end of theory: the confrontation between data-driven research and hypothesis-driven research. Liinc em revista, v. 15, n. 1, 2019. DOI: 10.18617/liinc.v15i1.4688 Acesso em: 27 set. 2022.

Compartilhe
Plum X Metrics
NLP
proprietyvalue
DescriptorO fim da teoria: o confronto entre a pesquisa orientada por dados e a pesquisa orientada por hipóteses | The end of theory: the confrontation between data-driven research and hypothesis-driven research
SAYãO, Luís Fernando; SALES, Luana Farias
Liinc em revista, n. 1, v. 15, 2019. (Humanidade Digitais: Olhar do Sul | Humanidade Digitales: Mirada Del Sur | Digital Humanities: Views From the South) (pt-BR) 3
Identificadorhttp://revista.ibict.br/liinc/article/view/4688 (pt-BR) 3
IdentificadorDOI: 10.18617/liinc.v15i1.4688 (pt-BR) 3
TitleO fim da teoria: o confronto entre a pesquisa orientada por dados e a pesquisa orientada por hipóteses | The end of theory: the confrontation between data-driven research and hypothesis-driven research (pt-BR) 3
AuthorSAYãO, Luís Fernando (pt-BR) 1
AuthorSALES, Luana Farias (pt-BR) 1
Access Linkhttp://revista.ibict.br/liinc/article/view/4688/4135 (pt-BR) 3
IssueLiinc em revista, n. 1, v. 15, 2019. (pt-BR) 2
Nome da PulicaçãoLiinc em revista (pt-BR) 1
SessãoHumanidade Digitais: Olhar do Sul | Humanidade Digitales: Mirada Del Sur | Digital Humanities: Views From the South (pt-BR) 1
Disponibilizado2019-06-28 (pt-BR) 1
hasAbstractRESUMO A ciência contemporânea e seus fundamentos metodológicos têm sido impactados pelo fenômeno do big data, que proclama que na era dos dados medidos em petabytes, de supercomputadores e sofisticados algoritmos, o método científico está obsoleto e que as hipóteses e modelos estão superados. As estratégias do big data científico confia em estratégias de análises computacionais de massivas quantidades de dados para revelar correlações, padrões e regras que vão gerar novos conhecimentos, que vão das ciências exatas até as ciências sociais, humanidade e cultura, delineando um arquétipo de ciência orientada por dados. O presente ensaio coloca em pauta as controvérsias em torno da ciência orientada por dados em contraposição à ciência orientada por hipóteses, e analisa alguns dos desdobramentos desse embate epistemológico. Para tal, tomo como metodologia os escritos de alguns autores mais proximamente envolvidos nessa questão.Palavras-chave: Big Data; Método Cientifico; Ciência Orientada por Dados; Ciência Orientada por Hipóteses.ABSTRACT Contemporary science and its methodological foundations have been impacted by the big data phenomenon that proclaims that in the age of data measured in petabytes, supercomputers and sophisticated algorithms the scientific method is obsolete and that the hypotheses and models are outdated.The strategies of the scientific big data rely on computational analysis strategies of massive amounts of data to reveal correlations, patterns and rules that will generate new knowledge, ranging from the exact sciences to the social sciences, humanity and culture, outlining an archetype of data-driven science. The present essay addresses the debates around data-driven science as opposed to hypothesis-oriented science and analyzes some of the ramifications of this epistemological confrontation. For this, the writings of some authors who are more closely involved in this question are taken as methodology.Keywords: Big Data; Scientific Method; Data-Driven Science; Hypothesis-Driven Science. (pt-BR) 3
hasFileStorage_repository/708/2019/06/oai_ojs_revista_ibict_br_article_4688#00051.pdf () 1
hasIdO fim da teoria: o confronto entre a pesquisa orientada por dados e a pesquisa orientada por hipóteses | The end of theory: the confrontation between data-driven research and hypothesis-driven research
SAYãO, Luís Fernando; SALES, Luana Farias
Liinc em revista, n. 1, v. 15, 2019. (Humanidade Digitais: Olhar do Sul | Humanidade Digitales: Mirada Del Sur | Digital Humanities: Views From the South) () 3
SourceLiinc em Revista; v. 15, n. 1 (2019): Humanidades digitais: olhares do sul | Humanidades digitales: miradas del sur | Digital humanities: views from the south (pt-BR) 3
Source1808-3536 () 3