Informational practices in infodemics environments: Reflections for the study of informational pathologies
[Liinc em Revista; Vol. 17 No. 1 (2021): Infodemic and Our Future; e5700]
Práticas informacionais em ambientes de infodemias: Reflexões para o estudo de patologias informacionais

Informational practices in infodemics environments: Reflections for the study of informational pathologies

Resumo: Este artigo objetiva analisar as infodemias a partir da relação entre os sujeitos cognitivos e suas práticas informacionais. Esta análise caracteriza-se como pesquisa exploratória baseada em revisão de literatura de dissertações de mestrado e teses de doutorado brasileiras sobre estas práticas. As análises desenvolvidas evidenciam que a informação é uma prática social de sujeitos cognitivos ou sujeitos informacionais que desenvolvem ações de atribuição e comunicação de significados (representações da realidade a partir de contextos cognitivos individuais e coletivos). A partir desta compreensão considera-se que dois aspectos estruturam as infodemias: a simultaneidade da informação e as impossibilidades da informação. A simultaneidade se caracteriza como a possibilidade de que a informação tanto possa gerar conhecimento, como possa gerar infodemias. As impossibilidades da informação se relacionam as barreiras informacionais. Tais barreiras são inerentes ao fenômeno informacional, pois são relativas ao sujeito informacional e suas habilidades para determinar suas necessidades informacionais, bem como, desenvolver buscas e usos efetivos da informação num contexto de competências informacionais precárias e ambientes complexos e adversos

Palavras-chave: Prática Informacional. Patologia Informacional. Infodemias.



Abstract: This article aims to analyze infodemics based on the relationship between cognitive subjects and their Informational Practices. This analysis is characterized exploratory research based on a literature review of master’s dissertations and doctoral theses on these practices. The analysis developed shows that information is a social practice of cognitive subjects or informational subjects that develop on attribution and communication of meanings (representations of reality from individual and collective contexts). From this understanding, it is considered that two aspects structure infodemics: the simultaneity of information and the impossibilities of information. The simultaneity is characterized as the possibility that information can generate knowledge as well as infodemics. The impossibilities of information are related to informational barriers. Such barriers are inherent to the informational phenomenon, as they are related to the informational subject and his abilities to determine his informational needs, as well as to develop searches and effective uses of information in the context of precarious informational competences and complex and adverse environments

Keywords: Infodemia. Informational Practices. Informational Pathologies.



Como citar
ARAúJO, E. A. Práticas informacionais em ambientes de infodemias: reflexões para o estudo de patologias informacionais. Liinc em revista, v. 17, 2021. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/161084. Acesso em: 03 out. 2022.

Compartilhe
Plum X Metrics
Refs
24
NLP

Referências

proprietyvalue
DescriptorPráticas informacionais em ambientes de infodemias: Reflexões para o estudo de patologias informacionais
ARAúJO, Eliany Alvarenga
Liinc em revista, v. 17, 2021. () (pt-BR) 3
Identificadorhttp://revista.ibict.br/liinc/article/view/5700 (pt-BR) 3
TitlePráticas informacionais em ambientes de infodemias: Reflexões para o estudo de patologias informacionais (pt-BR) 3
TitleInformational practices in infodemics environments: Reflections for the study of informational pathologies (en) 3
AuthorARAúJO, Eliany Alvarenga (pt-BR) 1
Access Linkhttp://revista.ibict.br/liinc/article/view/5700/5291 (pt-BR) 3
IssueLiinc em revista, v. 17, 2021. (pt-BR) 2
Nome da PulicaçãoLiinc em revista (pt-BR) 1
Sessão () 3
Disponibilizado2021-06-22 (pt-BR) 1
hasAbstractEste artigo objetiva analisar as infodemias a partir da relação entre os sujeitos cognitivos e suas práticas informacionais. Esta análise caracteriza-se como pesquisa exploratória baseada em revisão de literatura de dissertações de mestrado e teses de doutorado brasileiras sobre estas práticas. As análises desenvolvidas evidenciam que a informação é uma prática social de sujeitos cognitivos ou sujeitos informacionais que desenvolvem ações de atribuição e comunicação de significados (representações da realidade a partir de contextos cognitivos individuais e coletivos). A partir desta compreensão considera-se que dois aspectos estruturam as infodemias: a simultaneidade da informação e as impossibilidades da informação. A simultaneidade se caracteriza como a possibilidade de que a informação tanto possa gerar conhecimento, como possa gerar infodemias. As impossibilidades da informação se relacionam as barreiras informacionais. Tais barreiras são inerentes ao fenômeno informacional, pois são relativas ao sujeito informacional e suas habilidades para determinar suas necessidades informacionais, bem como, desenvolver buscas e usos efetivos da informação num contexto de competências informacionais precárias e ambientes complexos e adversos (pt-BR) 3
hasAbstractThis article aims to analyze infodemics based on the relationship between cognitive subjects and their Informational Practices. This analysis is characterized exploratory research based on a literature review of master’s dissertations and doctoral theses on these practices. The analysis developed shows that information is a social practice of cognitive subjects or informational subjects that develop on attribution and communication of meanings (representations of reality from individual and collective contexts). From this understanding, it is considered that two aspects structure infodemics: the simultaneity of information and the impossibilities of information. The simultaneity is characterized as the possibility that information can generate knowledge as well as infodemics. The impossibilities of information are related to informational barriers. Such barriers are inherent to the informational phenomenon, as they are related to the informational subject and his abilities to determine his informational needs, as well as to develop searches and effective uses of information in the context of precarious informational competences and complex and adverse environments (en) 3
hasFileStorage_repository/708/2022/06/oai_ojs_revista_ibict_br_article_5700#00051.pdf () 1
hasIdPráticas informacionais em ambientes de infodemias: Reflexões para o estudo de patologias informacionais
ARAúJO, Eliany Alvarenga
Liinc em revista, v. 17, 2021. () () 3
SourceLiinc em Revista; Vol. 17 No. 1 (2021): Infodemic and Our Future; e5700 (pt-BR) 3
SourceLiinc em Revista; v. 17 n. 1 (2021): Infodemia e o Nosso Futuro; e5700 (pt-BR) 3
SourceLiinc em Revista; Vol. 17 Núm. 1 (2021): Infodemia e o Nosso Futuro; e5700 (es-ES) 3
Source1808-3536 () 3
ThemaPrática Informacional (pt-BR) 1
ThemaPatologia Informacional (pt-BR) 1
ThemaInfodemias (pt-BR) 1
ThemaInfodemia (en) 1
ThemaInformational Practices (en) 1
ThemaInformational Pathologies (en) 1