Colonialidade, classificação e poder
[Liinc em Revista; Vol. 17 No. 2 (2021): Decoloniality and Information Science: dialogical pathways; e5770]
Colonialidade, classificação e poder

Resumo: O objetivo deste trabalho é criar um espaço pra reflexão e análise de como os termos imigração e refúgio foram historicamente construídos no Brasil e seus desdobramentos no campo científico, mais precisamente na Organização do Conhecimento. Metodologicamente, trata-se de uma pesquisa teórica ante uma revisão bibliográfica de aspectos históricos e epistemológicos que envolvem as temáticas colonização, escravidão, imigração e refúgio no Brasil. O aspecto exploratório se dá por meio da investigação destes temas que se inter-relacionam como construções históricas e políticas que se categorizam, remetendo a colonialidade do ser e do saber aos muitos domínios, dentre eles a organização do conhecimento. Os resultados do estudo e a exposição da construção destes conceitos se considera que poderá contribuir para uma apertura e atitude positiva perante aos processos de revisão dos sistemas de organização do conhecimento e o empoderamento das classes historicamente desfavorecidas.

Palavras-chave: Colonialismo. Refugiado. Imigrante. Classificação.



Abstract: The aim of this paper is to create a space for reflection and analysis of how the terms immigration and refuge were historically constructed in Brazil and their consequences for the scientific field, and more specifically for Knowledge Organization. Methodologically, it is a theoretical research based on a review of historical and epistemological aspects involving the topics of colonization, slavery, immigration and refuge in Brazil. The exploratory aspect of this research lies in the investigation of these topics that interrelate as historical and political constructions that are categorized, referring the coloniality of being and knowledge to many domains, among them knowledge organization. The results of the study and the exposition of the construction of these concepts can contribute to an openness and a positive attitude towards the review of knowledge organization systems and the empowerment of historically disadvantaged classes.

Keywords: Colonialism. Refugees. Immigrants. Classification.



Como citar
MELLO, M. R. G.; MARTÍNEZ-ÁVILA, D. Colonialidade, classificação e poder. Liinc em revista, v. 17, 2021. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/168603. Acesso em: 27 set. 2022.

Compartilhe
Plum X Metrics
Refs
21
NLP

Referências

proprietyvalue
DescriptorColonialidade, classificação e poder
MELLO, Mariana Rodrigues Gomes; MARTÍNEZ-ÁVILA, Daniel
Liinc em revista, v. 17, 2021. () (pt-BR) 3
Identificadorhttp://revista.ibict.br/liinc/article/view/5770 (pt-BR) 3
TitleColonialidade, classificação e poder (pt-BR) 3
AuthorMELLO, Mariana Rodrigues Gomes (pt-BR) 1
AuthorMARTÍNEZ-ÁVILA, Daniel (pt-BR) 1
Access Linkhttp://revista.ibict.br/liinc/article/view/5770/5386 (pt-BR) 3
IssueLiinc em revista, v. 17, 2021. (pt-BR) 2
Nome da PulicaçãoLiinc em revista (pt-BR) 1
Sessão () 3
Disponibilizado2021-11-30 (pt-BR) 1
hasAbstractO objetivo deste trabalho é criar um espaço pra reflexão e análise de como os termos imigração e refúgio foram historicamente construídos no Brasil e seus desdobramentos no campo científico, mais precisamente na Organização do Conhecimento. Metodologicamente, trata-se de uma pesquisa teórica ante uma revisão bibliográfica de aspectos históricos e epistemológicos que envolvem as temáticas colonização, escravidão, imigração e refúgio no Brasil. O aspecto exploratório se dá por meio da investigação destes temas que se inter-relacionam como construções históricas e políticas que se categorizam, remetendo a colonialidade do ser e do saber aos muitos domínios, dentre eles a organização do conhecimento. Os resultados do estudo e a exposição da construção destes conceitos se considera que poderá contribuir para uma apertura e atitude positiva perante aos processos de revisão dos sistemas de organização do conhecimento e o empoderamento das classes historicamente desfavorecidas. (pt-BR) 3
hasAbstractThe aim of this paper is to create a space for reflection and analysis of how the terms immigration and refuge were historically constructed in Brazil and their consequences for the scientific field, and more specifically for Knowledge Organization. Methodologically, it is a theoretical research based on a review of historical and epistemological aspects involving the topics of colonization, slavery, immigration and refuge in Brazil. The exploratory aspect of this research lies in the investigation of these topics that interrelate as historical and political constructions that are categorized, referring the coloniality of being and knowledge to many domains, among them knowledge organization. The results of the study and the exposition of the construction of these concepts can contribute to an openness and a positive attitude towards the review of knowledge organization systems and the empowerment of historically disadvantaged classes. (en) 3
hasFileStorage_repository/708/2022/01/oai_ojs_revista_ibict_br_article_5770#00051.pdf () 1
hasIdColonialidade, classificação e poder
MELLO, Mariana Rodrigues Gomes; MARTÍNEZ-ÁVILA, Daniel
Liinc em revista, v. 17, 2021. () () 3
SourceLiinc em Revista; Vol. 17 No. 2 (2021): Decoloniality and Information Science: dialogical pathways; e5770 (pt-BR) 3
SourceLiinc em Revista; v. 17 n. 2 (2021): Decolonialidade e Ciência da Informação: Veredas Dialógicas; e5770 (pt-BR) 3
SourceLiinc em Revista; Vol. 17 Núm. 2 (2021): Decolonialidad y ciencia de la información: Veredas de diálogos; e5770 (es-ES) 3
Source1808-3536 () 3
ThemaColonialismo (pt-BR) 1
ThemaRefugiado (pt-BR) 1
ThemaImigrante (pt-BR) 1
ThemaClassificação (pt-BR) 1
ThemaColonialism (en) 1
ThemaRefugees (en) 1
ThemaImmigrants (en) 1
ThemaClassification (en) 1