Left to die: on buffaloes, disinformation and structural speciesim
[Liinc em Revista; Vol. 18 No. 1 (2022): Challenges of Social Sciences in the Anthropocene; e5939]
Abandonadas para morrer: sobre búfalas, desinformação e especismo estrutural

Left to die: on buffaloes, disinformation and structural speciesim

Resumo: Neste artigo, analisamos o caso que ficou conhecido como “Búfalas de Brotas” para introduzir a discussão sobre o conceito de especismo estrutural, situando o especismo como um dos componentes do sistema de opressões. Abordamos o aspecto informacional que envolve o caso por meio das narrativas identificadas na cobertura midiática do acontecimento. Ampliamos o debate para o viés informacional, ressaltando a necessidade da inserção de elementos políticos. Contextualizamos o especismo estrutural como estratégia de elevação do agronegócio que conta com outras instituições de poder como auxiliares no enviesamento da opinião pública, favorecendo a manutenção dos interesses deste setor e sua contínua expansão em detrimento da qualidade de vida de animais não humanos e humanos. Como metodologia, adotamos a revisão bibliográfica, correlacionando o arcabouço teórico dos saberes da Ciência da Informação, Estudos Críticos Animalistas, Ecofeminismos e análise do mencionado caso paradigmático por meio de relatos divulgados pela mídia para apuração da complexa trama que chamamos de “paradoxo da opressão”, envolvendo o movimento de ativismo em defesa da causa animal, a mídia e o agronegócio. Nossas considerações finais nos direcionam ao entendimento do especismo estrutural como um problema de ordem informacional por ser produto de estratégias de desinformação e desempenhar o papel de provimento do senso comum, produção de ignorância e manutenção de estruturas de poder que asseguram sua própria existência como um modo de opressão que impacta animais não humanos e humanos

Palavras-chave: Produção de Ignorância. Búfala de Brota. Paradoxo da Opressão. Agronegócio. Instrumento de Poder.



Abstract: In this article, we analyze the case that became known as “Buffaloes of Brotas”to introduce the discussion on the concept of structural speciesism, placing speciesism as one of the components of the system of oppressions. We approach the informational aspect that involves the case through the narratives identified in the media coverage. We extended the debate to the informational bias, highlighting the need to insert political elements. We contextualize structural speciesism as a strategy for raising agribusiness which relies on other institutions of power as auxiliaries in biasing public opinion, favoring the maintenance of the interests of this sector and its continuous expansion, to the detriment of the quality of life of non-human animals and humans. As a methodology, we adopted a bibliographic review, correlating the theoretical framework of the knowledge of Information Science, Critical Animalist Studies, Ecofeminisms and analysis of the mentioned paradigmatic case through the reports disseminated by the media, to determine the complex plot that we call the "paradox of oppression”, involving the activism movement in defense of the animal cause, the media and agribusiness. Our final considerations direct us to the understanding of structural speciesism as an informational problem, as it is the product of disinformation strategies and plays the role of providing common sense, producing ignorance, and maintaining power structures that ensure its own existence as a mode of oppression that impacts non-human animals and humans

Keywords: Production of Ignorance. Buffaloes of Brotas. Oppression Paradox. Agribusiness. Instruments of Power.



Como citar
OLIVEIRA, F. A. G.; AMARAL, R. Q. Abandonadas para morrer: sobre búfalas, desinformação e especismo estrutural. Liinc em revista, v. 18, 2022. DOI: 10.18617/liinc.v18i1.5939 Acesso em: 03 out. 2022.

Compartilhe
Plum X Metrics
NLP
proprietyvalue
DescriptorAbandonadas para morrer: sobre búfalas, desinformação e especismo estrutural
OLIVEIRA, Fabio Alves Gomes de; AMARAL, Érica Quadros do
Liinc em revista, v. 18, 2022. () (pt-BR) 3
Identificadorhttp://revista.ibict.br/liinc/article/view/5939 (pt-BR) 3
IdentificadorDOI: 10.18617/liinc.v18i1.5939 (pt-BR) 3
TitleAbandonadas para morrer: sobre búfalas, desinformação e especismo estrutural (pt-BR) 3
TitleLeft to die: on buffaloes, disinformation and structural speciesim (en) 3
AuthorOLIVEIRA, Fabio Alves Gomes de (pt-BR) 1
AuthorAMARAL, Érica Quadros do (pt-BR) 1
Access Linkhttp://revista.ibict.br/liinc/article/view/5939/5586 (pt-BR) 3
IssueLiinc em revista, v. 18, 2022. (pt-BR) 2
Nome da PulicaçãoLiinc em revista (pt-BR) 1
Sessão () 3
Disponibilizado2022-04-27 (pt-BR) 1
hasAbstractNeste artigo, analisamos o caso que ficou conhecido como “Búfalas de Brotas” para introduzir a discussão sobre o conceito de especismo estrutural, situando o especismo como um dos componentes do sistema de opressões. Abordamos o aspecto informacional que envolve o caso por meio das narrativas identificadas na cobertura midiática do acontecimento. Ampliamos o debate para o viés informacional, ressaltando a necessidade da inserção de elementos políticos. Contextualizamos o especismo estrutural como estratégia de elevação do agronegócio que conta com outras instituições de poder como auxiliares no enviesamento da opinião pública, favorecendo a manutenção dos interesses deste setor e sua contínua expansão em detrimento da qualidade de vida de animais não humanos e humanos. Como metodologia, adotamos a revisão bibliográfica, correlacionando o arcabouço teórico dos saberes da Ciência da Informação, Estudos Críticos Animalistas, Ecofeminismos e análise do mencionado caso paradigmático por meio de relatos divulgados pela mídia para apuração da complexa trama que chamamos de “paradoxo da opressão”, envolvendo o movimento de ativismo em defesa da causa animal, a mídia e o agronegócio. Nossas considerações finais nos direcionam ao entendimento do especismo estrutural como um problema de ordem informacional por ser produto de estratégias de desinformação e desempenhar o papel de provimento do senso comum, produção de ignorância e manutenção de estruturas de poder que asseguram sua própria existência como um modo de opressão que impacta animais não humanos e humanos (pt-BR) 3
hasAbstractIn this article, we analyze the case that became known as “Buffaloes of Brotas”to introduce the discussion on the concept of structural speciesism, placing speciesism as one of the components of the system of oppressions. We approach the informational aspect that involves the case through the narratives identified in the media coverage. We extended the debate to the informational bias, highlighting the need to insert political elements. We contextualize structural speciesism as a strategy for raising agribusiness which relies on other institutions of power as auxiliaries in biasing public opinion, favoring the maintenance of the interests of this sector and its continuous expansion, to the detriment of the quality of life of non-human animals and humans. As a methodology, we adopted a bibliographic review, correlating the theoretical framework of the knowledge of Information Science, Critical Animalist Studies, Ecofeminisms and analysis of the mentioned paradigmatic case through the reports disseminated by the media, to determine the complex plot that we call the "paradox of oppression”, involving the activism movement in defense of the animal cause, the media and agribusiness. Our final considerations direct us to the understanding of structural speciesism as an informational problem, as it is the product of disinformation strategies and plays the role of providing common sense, producing ignorance, and maintaining power structures that ensure its own existence as a mode of oppression that impacts non-human animals and humans (en) 3
hasFileStorage_repository/708/2022/05/oai_ojs_revista_ibict_br_article_5939#00051.pdf () 1
hasIdAbandonadas para morrer: sobre búfalas, desinformação e especismo estrutural
OLIVEIRA, Fabio Alves Gomes de; AMARAL, Érica Quadros do
Liinc em revista, v. 18, 2022. () () 3
SourceLiinc em Revista; Vol. 18 No. 1 (2022): Challenges of Social Sciences in the Anthropocene; e5939 (pt-BR) 3
SourceLiinc em Revista; v. 18 n. 1 (2022): Desafios das Ciências Sociais no Antropoceno; e5939 (pt-BR) 3
SourceLiinc em Revista; Vol. 18 Núm. 1 (2022): Desafíos de las ciencias sociales en el Antropoceno; e5939 (es-ES) 3
Source1808-3536 () 3
ThemaProdução de Ignorância (pt-BR) 1
ThemaBúfala de Brota (pt-BR) 1
ThemaParadoxo da Opressão (pt-BR) 1
ThemaAgronegócio (pt-BR) 1
ThemaInstrumento de Poder (pt-BR) 1
ThemaProduction of Ignorance (en) 1
ThemaBuffaloes of Brotas (en) 1
ThemaOppression Paradox (en) 1
ThemaAgribusiness (en) 1
ThemaInstruments of Power (en) 1