Work, employment and income in the age of digital platformization: the case of care work
[Liinc em Revista; Vol. 18 No. 2 (2022): The Role of Algorithms and Digital Platforms on Sociopolitical Contexts; e6011]
Trabalho, emprego e renda na era da plataformização digital: o caso dos trabalhos de cuidado

Work, employment and income in the age of digital platformization: the case of care work

Resumo: O presente artigo busca tecer linhas preliminares acerca dos trabalhos de cuidado na era da “plataformização digital”. A partir da revisão de conceitos, desde as relações laborais com o gênero até a economia digital (sob uma perspectiva feminista marxista) e suas imbricações com o mercado de trabalho de cuidado, objetiva-se analisar de que forma a plataformização digital atua nos casos de trabalhos de cuidado. Como metodologia de análise, após a construção do referencial teórico, utiliza-se da observação de duas plataformas digitais que disponibilizam, no Brasil, serviços de cuidado de forma autônoma, sendo essa observação confrontada com dados já produzidos (dados secundários) acerca da presença feminina no mercado de trabalho, formal e informal. Os resultados obtidos demonstram que a plataformização dos trabalhos de cuidado incrementa as disparidades de remuneração e gênero, já há muito existentes nas relações capitalistas de produção e consumo, tendo em vista que acentuam desigualdades de gênero, classe e raça. Conclui-se, ao final, que a falta de regulamentação dos mercados digitais serve de catalisador da precariedade laboral feminina, impedindo o desenvolvimento econômico e social rumo à valorização profissional

Palavras-chave: Plataformização Digital. Economia Digital Feminista. Relação de Gênero. Trabalho de Cuidado.



Abstract: This article seeks to weave preliminary lines about care work in the era of "digital plataformization". From the review of concepts, from labor relations with gender to the digital economy (from a Marxist feminist perspective) and its imbrications with the care labor market, the objective is to analyze how digital plataformization acts in cases of care work. As an analysis methodology, after the construction of the theoretical framework, we use the observation of two digital platforms that provide, in Brazil, care services in an autonomous way, and this observation is confronted with data already produced (secondary data) about the female presence in the labor market, formal and informal. The results obtained show that the plataformization of care work increases the disparities in remuneration and gender, long existing in capitalist relations of production and consumption, considering that they accentuate gender, class and race inequalities. It is concluded, in the end, that the lack of regulation of digital markets serves as a catalyst for female labor precariousness, preventing economic and social development towards professional valorization

Keywords: Digital Plataformization. Feminist Digital Economy. Gender Relations. Care Work.



Como citar
PELLEGRINI, C. M. C.; COSTA, A. P. M. Trabalho, emprego e renda na era da plataformização digital: o caso dos trabalhos de cuidado. Liinc em revista, v. 18, 2022. DOI: 10.18617/liinc.v18i2.6011 Acesso em: 01 dez. 2022.

Compartilhe
Plum X Metrics
NLP
proprietyvalue
DescriptorTrabalho, emprego e renda na era da plataformização digital: o caso dos trabalhos de cuidado
PELLEGRINI, Carolina de Menezes Cardoso; COSTA, Ana Paula Motta
Liinc em revista, v. 18, 2022. () (pt-BR) 3
Identificadorhttps://revista.ibict.br/liinc/article/view/6011 (pt-BR) 3
IdentificadorDOI: 10.18617/liinc.v18i2.6011 (pt-BR) 3
TitleTrabalho, emprego e renda na era da plataformização digital: o caso dos trabalhos de cuidado (pt-BR) 3
TitleWork, employment and income in the age of digital platformization: the case of care work (en) 3
AuthorPELLEGRINI, Carolina de Menezes Cardoso (pt-BR) 1
AuthorCOSTA, Ana Paula Motta (pt-BR) 1
Access Linkhttps://revista.ibict.br/liinc/article/view/6011/5700 (pt-BR) 3
IssueLiinc em revista, v. 18, 2022. (pt-BR) 2
Nome da PulicaçãoLiinc em revista (pt-BR) 1
Sessão () 3
Disponibilizado2022-11-02 (pt-BR) 1
hasAbstractO presente artigo busca tecer linhas preliminares acerca dos trabalhos de cuidado na era da “plataformização digital”. A partir da revisão de conceitos, desde as relações laborais com o gênero até a economia digital (sob uma perspectiva feminista marxista) e suas imbricações com o mercado de trabalho de cuidado, objetiva-se analisar de que forma a plataformização digital atua nos casos de trabalhos de cuidado. Como metodologia de análise, após a construção do referencial teórico, utiliza-se da observação de duas plataformas digitais que disponibilizam, no Brasil, serviços de cuidado de forma autônoma, sendo essa observação confrontada com dados já produzidos (dados secundários) acerca da presença feminina no mercado de trabalho, formal e informal. Os resultados obtidos demonstram que a plataformização dos trabalhos de cuidado incrementa as disparidades de remuneração e gênero, já há muito existentes nas relações capitalistas de produção e consumo, tendo em vista que acentuam desigualdades de gênero, classe e raça. Conclui-se, ao final, que a falta de regulamentação dos mercados digitais serve de catalisador da precariedade laboral feminina, impedindo o desenvolvimento econômico e social rumo à valorização profissional (pt-BR) 3
hasAbstractThis article seeks to weave preliminary lines about care work in the era of "digital plataformization". From the review of concepts, from labor relations with gender to the digital economy (from a Marxist feminist perspective) and its imbrications with the care labor market, the objective is to analyze how digital plataformization acts in cases of care work. As an analysis methodology, after the construction of the theoretical framework, we use the observation of two digital platforms that provide, in Brazil, care services in an autonomous way, and this observation is confronted with data already produced (secondary data) about the female presence in the labor market, formal and informal. The results obtained show that the plataformization of care work increases the disparities in remuneration and gender, long existing in capitalist relations of production and consumption, considering that they accentuate gender, class and race inequalities. It is concluded, in the end, that the lack of regulation of digital markets serves as a catalyst for female labor precariousness, preventing economic and social development towards professional valorization (en) 3
hasIdTrabalho, emprego e renda na era da plataformização digital: o caso dos trabalhos de cuidado
PELLEGRINI, Carolina de Menezes Cardoso; COSTA, Ana Paula Motta
Liinc em revista, v. 18, 2022. () () 3
SourceLiinc em Revista; Vol. 18 No. 2 (2022): The Role of Algorithms and Digital Platforms on Sociopolitical Contexts; e6011 (pt-BR) 3
SourceLiinc em Revista; v. 18 n. 2 (2022): O papel dos algoritmos e das plataformas digitais em contextos sociopolíticos; e6011 (pt-BR) 3
SourceLiinc em Revista; Vol. 18 Núm. 2 (2022): El papel de los algoritmos y las plataformas digitales en contextos sociopolíticos; e6011 (es-ES) 3
Source1808-3536 () 3
ThemaPlataformização Digital (pt-BR) 1
ThemaEconomia Digital Feminista (pt-BR) 1
ThemaRelação de Gênero (pt-BR) 1
ThemaTrabalho de Cuidado (pt-BR) 1
ThemaDigital Plataformization (en) 1
ThemaFeminist Digital Economy (en) 1
ThemaGender Relations (en) 1
ThemaCare Work (en) 1