A Constituição da Memória dos Procedimentos em Saúde no Contexto do Prontuário Eletrônico do Paciente.
[Informação & Informação; v. 19, n. 3 (2014); 107 - 124]
Artigo
A Constituição da Memória dos Procedimentos em Saúde no Contexto do Prontuário Eletrônico do Paciente.

Resumo: Introdução: Estudos realizados por diversas áreas do conhecimento em torno da memória evidenciam a importância de que se reveste esse tema para a sociedade contemporânea, extremamente fértil no que diz respeito à produção de novos conhecimentos e possíveis esquecimentos também.Objetivo: Nesse contexto, buscou-se caracterizar o prontuário eletrônico do paciente como valioso documento de constituição da memória da saúde da população.Metodologia: Apoiados em fundamentos teóricos relativos aos processos e tipos de memória foram apresentados alguns dos atributos do prontuário eletrônico do paciente, suas funções, finalidades e seu papel como um dos lugares de memória.Resultados: Inserido em categorias de memória no que diz respeito à sua abrangência, tempo de duração, mecanismos de criação e conteúdo, defende-se que o prontuário deva ser considerado, na contemporaneidade, como agente de constituição e preservação da memória procedimental.Conclusões: De acordo com o panorama apresentado, espera-se que as questões abordadas suscitem reflexões e promovam outros estudos a respeito desse documento aqui instituído como um dos mais significativos lugares de memória, de estabelecimento e preservação das ações, dos procedimentos realizados no âmbito dos cuidados em saúde. 

Palavras-chave: 1 Ciência da Informação. Prontuário do paciente. Prontuário Eletrônico do Paciente. Lugar de Memória. Memória Procedimental.



Como citar
LUNARDELLI, R. S. A.; TONELLO, I. M. S.; MOLINA, L. G. A constituição da memória dos procedimentos em saúde no contexto do prontuário eletrônico do paciente.. Informação & Informação, v. 19, n. 3, p. 107-124, 2014. DOI: 10.5433/1981-8920.2014v19n3p107 Acesso em: 27 set. 2022.

Compartilhe
Plum X Metrics
NLP
proprietyvalue
DescriptorA Constituição da Memória dos Procedimentos em Saúde no Contexto do Prontuário Eletrônico do Paciente.
LUNARDELLI, Rosane Suely Alvares; TONELLO, Izângela Maria Sansoni; MOLINA, Letícia Gorri
Informação & Informação, n. 3, v. 19, p. 107-124, 2014. (Artigo) (pt-BR) 3
Identificadorhttp://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/18837 (pt-BR) 3
IdentificadorDOI: 10.5433/1981-8920.2014v19n3p107 (pt-BR) 3
TitleA Constituição da Memória dos Procedimentos em Saúde no Contexto do Prontuário Eletrônico do Paciente. (pt-BR) 3
AuthorLUNARDELLI, Rosane Suely Alvares (pt-BR) 1
AuthorTONELLO, Izângela Maria Sansoni (pt-BR) 1
AuthorMOLINA, Letícia Gorri (pt-BR) 1
Access Linkhttp://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/18837/pdf_34 (pt-BR) 3
IssueInformação & Informação, n. 3, v. 19, 2014. (pt-BR) 2
Nome da PulicaçãoInformação & Informação (pt-BR) 1
SessãoArtigo (pt-BR) 1
Disponibilizado2015-02-04 (pt-BR) 1
hasAbstractIntrodução: Estudos realizados por diversas áreas do conhecimento em torno da memória evidenciam a importância de que se reveste esse tema para a sociedade contemporânea, extremamente fértil no que diz respeito à produção de novos conhecimentos e possíveis esquecimentos também.Objetivo: Nesse contexto, buscou-se caracterizar o prontuário eletrônico do paciente como valioso documento de constituição da memória da saúde da população.Metodologia: Apoiados em fundamentos teóricos relativos aos processos e tipos de memória foram apresentados alguns dos atributos do prontuário eletrônico do paciente, suas funções, finalidades e seu papel como um dos lugares de memória.Resultados: Inserido em categorias de memória no que diz respeito à sua abrangência, tempo de duração, mecanismos de criação e conteúdo, defende-se que o prontuário deva ser considerado, na contemporaneidade, como agente de constituição e preservação da memória procedimental.Conclusões: De acordo com o panorama apresentado, espera-se que as questões abordadas suscitem reflexões e promovam outros estudos a respeito desse documento aqui instituído como um dos mais significativos lugares de memória, de estabelecimento e preservação das ações, dos procedimentos realizados no âmbito dos cuidados em saúde.  (pt-BR) 3
hasFileStorage_repository/335/2018/09/oai_ojs_www_uel_br_article_18837#00020.pdf () 1
hasIdA Constituição da Memória dos Procedimentos em Saúde no Contexto do Prontuário Eletrônico do Paciente.
LUNARDELLI, Rosane Suely Alvares; TONELLO, Izângela Maria Sansoni; MOLINA, Letícia Gorri
Informação & Informação, n. 3, v. 19, p. 107-124, 2014. (Artigo) () 3
hasPageEnd124 (pt-BR) 1
hasPageStart107 (pt-BR) 1
SourceInformação & Informação; v. 19, n. 3 (2014); 107 - 124 (pt-BR) 3
Source1981-8920 (pt-BR) 3
Thema1 Ciência da Informação (pt-BR) 1
ThemaProntuário do paciente (pt-BR) 1
ThemaProntuário Eletrônico do Paciente (pt-BR) 1
ThemaLugar de Memória (pt-BR) 1
ThemaMemória Procedimental (pt-BR) 1