A influência das agendas governamentais na produção multidisciplinar de conhecimento
[Liinc em Revista; v. 1, n. 1 (2005): Novos Rumos da Interdisciplinaridade]
Novo Rumo da Interdisciplinaridade | New Roads of Interdisciplinarity
A influência das agendas governamentais na produção multidisciplinar de conhecimento

Resumo: A política científica e tecnológica recente indica a tendência à adoção de um modelo de desenvolvimento científico e tecnológico misto, no qual práticas acadêmicas e políticoinstitucionais tradicionais entrelaçam-se a novas. O modelo misto articula a demanda espontânea e a demanda induzida, a comunidade científica, o governo, setores empresariais e outros interessados no desenvolvimento científico e tecnológico. Esse modelo procura associar a lógica do campo científico, ou seja, as demandas da ciência às demandas econômicas e sociais, permitindo a articulação entre os campos mencionados. Percebe-se, com isso, a fluidez de fronteiras entre disciplinas sem que as diferenças deixem de existir. O artigo apresentado tem como objetivo refletir sobre a política científica e tecnológica em questão, focando mais especificamente no papel das agendas governamentais no estímulo ao desenvolvimento da produção do conhecimento multidisciplinar no Brasil. A análise do Plano Plurianual do Ministério da Ciência e Tecnologia (PPA-MCT) e das diretrizes e estratégias adotadas por algumas agências de fomento à pesquisa do Brasil, como a Capes e o CNPq, revelou estímulo desses programas à expansão e à consolidação da multidisciplinaridade. Concluímos que existem alguns mecanismos institucionais que terminam por estimular, propositadamente ou não, a multidisciplinaridade no processo de produção do conhecimento científico-tecnológico. Palavras-chave: Modelo misto de desenvolvimento científico e tecnológico; multidisciplinaridade; agendas governamentais.

Palavras-chave:



Como citar
SOBRAL, F.; FREITAS, C. A influência das agendas governamentais na produção multidisciplinar de conhecimento. Liinc em revista, v. 1, n. 1, 2005. DOI: 10.18617/liinc.v1i1.189 Acesso em: 27 set. 2022.

Compartilhe
Plum X Metrics
NLP
proprietyvalue
DescriptorA influência das agendas governamentais na produção multidisciplinar de conhecimento
SOBRAL, Fernanda; FREITAS, Christiana
Liinc em revista, n. 1, v. 1, 2005. (Novo Rumo da Interdisciplinaridade | New Roads of Interdisciplinarity) (pt-BR) 3
Identificadorhttp://revista.ibict.br/liinc/article/view/3085 (pt-BR) 3
IdentificadorDOI: 10.18617/liinc.v1i1.189 (pt-BR) 3
TitleA influência das agendas governamentais na produção multidisciplinar de conhecimento (pt-BR) 3
AuthorSOBRAL, Fernanda (pt-BR) 1
AuthorFREITAS, Christiana (pt-BR) 1
Access Linkhttp://revista.ibict.br/liinc/article/view/3085/2781 (pt-BR) 3
IssueLiinc em revista, n. 1, v. 1, 2005. (pt-BR) 2
Nome da PulicaçãoLiinc em revista (pt-BR) 1
SessãoNovo Rumo da Interdisciplinaridade | New Roads of Interdisciplinarity (pt-BR) 1
Disponibilizado2005-03-19 (pt-BR) 1
hasAbstractA política científica e tecnológica recente indica a tendência à adoção de um modelo de desenvolvimento científico e tecnológico misto, no qual práticas acadêmicas e políticoinstitucionais tradicionais entrelaçam-se a novas. O modelo misto articula a demanda espontânea e a demanda induzida, a comunidade científica, o governo, setores empresariais e outros interessados no desenvolvimento científico e tecnológico. Esse modelo procura associar a lógica do campo científico, ou seja, as demandas da ciência às demandas econômicas e sociais, permitindo a articulação entre os campos mencionados. Percebe-se, com isso, a fluidez de fronteiras entre disciplinas sem que as diferenças deixem de existir. O artigo apresentado tem como objetivo refletir sobre a política científica e tecnológica em questão, focando mais especificamente no papel das agendas governamentais no estímulo ao desenvolvimento da produção do conhecimento multidisciplinar no Brasil. A análise do Plano Plurianual do Ministério da Ciência e Tecnologia (PPA-MCT) e das diretrizes e estratégias adotadas por algumas agências de fomento à pesquisa do Brasil, como a Capes e o CNPq, revelou estímulo desses programas à expansão e à consolidação da multidisciplinaridade. Concluímos que existem alguns mecanismos institucionais que terminam por estimular, propositadamente ou não, a multidisciplinaridade no processo de produção do conhecimento científico-tecnológico. Palavras-chave: Modelo misto de desenvolvimento científico e tecnológico; multidisciplinaridade; agendas governamentais. (pt-BR) 3
hasFileStorage_repository/708/2018/09/oai_ojs_revista_ibict_br_article_3085#00051.pdf () 1
hasIdA influência das agendas governamentais na produção multidisciplinar de conhecimento
SOBRAL, Fernanda; FREITAS, Christiana
Liinc em revista, n. 1, v. 1, 2005. (Novo Rumo da Interdisciplinaridade | New Roads of Interdisciplinarity) () 3
SourceLiinc em Revista; v. 1, n. 1 (2005): Novos Rumos da Interdisciplinaridade (pt-BR) 3
Source1808-3536 () 3