Redes Colaborativas nos Estudos Métricos de Ciência e Tecnologia │ Collaborative Networks in Metric Studies of Science and Technology
[Liinc em Revista; v. 9, n. 1 (2013): Estudos Métricos da Informação em Ciência e Tecnologia]
Estudo Métrico da Informação em Ciência e Tecnologia |
Redes Colaborativas nos Estudos Métricos de Ciência e Tecnologia │ Collaborative Networks in Metric Studies of Science and Technology

Resumo: Resumo A teoria de redes passou a ser muito utilizada pela Bibliometria e Cientometria porque auxilia na interpretação e no entendimento dos dados resultantes das pesquisas realizadas na área. O artigo aborda um breve histórico das redes comentando desde o modelo aleatório de Erdós e Rényi aos modelos mais atuais. Apresenta as medidas mais importantes para redes de coautoria, como densidade e medidas de centralidade. Descreve pesquisas empíricas aplicadas em redes de coautoria e suas descobertas, como a propriedade de conexão preferencial, o nível de agrupamento e o modelo sem escala. Conclui que o entendimento da teoria de redes é fundamental para o estudo do fenômeno da coautoria e que os pesquisadores interessados na temática devem ampliar o uso da mesma em suas pesquisas.Palavras-chave Redes de coautoria, colaboração científica. Abstract The network theory became widely used for Bibliometrics and Scientometrics because it helps in the understanding and interpretation of data resulting from these studies. This article covers a brief history of networks and comments from the random model of Erdós and Rényi to most current models. It presents the most important measures for co-author networks, such as density and centrality measures. It also describes applied empirical research on networks of co-authorship and its findings, as the preferential attachment, cluster property and scale free model. The article concludes that the understanding of the network theory is crucial to the study of the phenomenon of co-authorship and that researchers interested in the subject should expand the use of this theory in their research.Keywords Co-author network, scientific collaboration.

Palavras-chave: Rede de Coautoria. Colaboração Científica.



Como citar
VANZ, S. A. S. Redes colaborativas nos estudos métricos de ciência e tecnologia │ collaborative networks in metric studies of science and technology. Liinc em revista, v. 9, n. 1, 2013. DOI: 10.18617/liinc.v9i1.559 Acesso em: 03 out. 2022.

Compartilhe
Plum X Metrics
Refs
26
NLP

Referências

proprietyvalue
DescriptorRedes Colaborativas nos Estudos Métricos de Ciência e Tecnologia │ Collaborative Networks in Metric Studies of Science and Technology
VANZ, Samile Andréa de Souza
Liinc em revista, n. 1, v. 9, 2013. (Estudo Métrico da Informação em Ciência e Tecnologia |) (pt-BR) 3
Identificadorhttp://revista.ibict.br/liinc/article/view/3430 (pt-BR) 3
IdentificadorDOI: 10.18617/liinc.v9i1.559 (pt-BR) 3
TitleRedes Colaborativas nos Estudos Métricos de Ciência e Tecnologia │ Collaborative Networks in Metric Studies of Science and Technology (pt-BR) 3
AuthorVANZ, Samile Andréa de Souza (pt-BR) 1
Access Linkhttp://revista.ibict.br/liinc/article/view/3430/3000 (pt-BR) 3
IssueLiinc em revista, n. 1, v. 9, 2013. (pt-BR) 2
Nome da PulicaçãoLiinc em revista (pt-BR) 1
SessãoEstudo Métrico da Informação em Ciência e Tecnologia | (pt-BR) 1
Disponibilizado2013-05-19 (pt-BR) 1
hasAbstractResumo A teoria de redes passou a ser muito utilizada pela Bibliometria e Cientometria porque auxilia na interpretação e no entendimento dos dados resultantes das pesquisas realizadas na área. O artigo aborda um breve histórico das redes comentando desde o modelo aleatório de Erdós e Rényi aos modelos mais atuais. Apresenta as medidas mais importantes para redes de coautoria, como densidade e medidas de centralidade. Descreve pesquisas empíricas aplicadas em redes de coautoria e suas descobertas, como a propriedade de conexão preferencial, o nível de agrupamento e o modelo sem escala. Conclui que o entendimento da teoria de redes é fundamental para o estudo do fenômeno da coautoria e que os pesquisadores interessados na temática devem ampliar o uso da mesma em suas pesquisas.Palavras-chave Redes de coautoria, colaboração científica. Abstract The network theory became widely used for Bibliometrics and Scientometrics because it helps in the understanding and interpretation of data resulting from these studies. This article covers a brief history of networks and comments from the random model of Erdós and Rényi to most current models. It presents the most important measures for co-author networks, such as density and centrality measures. It also describes applied empirical research on networks of co-authorship and its findings, as the preferential attachment, cluster property and scale free model. The article concludes that the understanding of the network theory is crucial to the study of the phenomenon of co-authorship and that researchers interested in the subject should expand the use of this theory in their research.Keywords Co-author network, scientific collaboration. (pt-BR) 3
hasFileStorage_repository/708/2018/09/oai_ojs_revista_ibict_br_article_3430#00051.pdf () 1
hasIdRedes Colaborativas nos Estudos Métricos de Ciência e Tecnologia │ Collaborative Networks in Metric Studies of Science and Technology
VANZ, Samile Andréa de Souza
Liinc em revista, n. 1, v. 9, 2013. (Estudo Métrico da Informação em Ciência e Tecnologia |) () 3
SourceLiinc em Revista; v. 9, n. 1 (2013): Estudos Métricos da Informação em Ciência e Tecnologia (pt-BR) 3
Source1808-3536 () 3
ThemaRede de Coautoria (pt-BR) 1
ThemaColaboração Científica (pt-BR) 1